terça-feira, 26 de julho de 2016

Querido Diário, eu acho

       Sabe, a vida as vezes é uma grande piada. Uma hora está tudo bem, você tá feliz, tem sua família ao seu lado, melhores amigos de infância, tudo perfeito, mas de uma hora pra outra a vida te tira todas as coisas boas que aconteceram com você. É hilario como em poucos segundos tudo de bom é tirado de você sem nenhuma explicação.

       No dia 14 de Julho de 2016, meu melhor amigo, aquele que foi criando junto a mim, o qual eu confidenciava meus segredos e ele os dele, se matou, sem nos deixar nenhum bilhete ou carta explicando. Muitos dizem que foi por culpa da namorada dele, bom ela tem uma parcela de culpa.

     Mas a questão é, como alguém que nunca mostrou nenhum indicio suicida, não era depressivo, quando tava chateado sempre ligava pra mim ou pra outros amigos do nosso ciclo, oque eu quero dizer é, como alguém feliz, que tinha tudo pode simplesmente se matar? Nessa uma semana e meia veio me perguntando isso, querendo saber o que realmente aconteceu.

     Eu sabia a senha do celular dele, então vi a conversa dele com a ''namorada'' e cheguei a conclusão de que não podemos acreditar e nos deixar levar pelo amor, pois uma hora ou outra iremos fazer loucuras, pequenas ou grandes que foi o caso do meu amigo, Felipe. As pessoas dizem que quem não acredita no amor, é mal amado, eu discordo, a vida vem me dando vários exemplos de que o amor só faz acabar com as nossas vidas.

   Estou tentando seguir com a minha vida, sabe, um dia após o outro, lutando contra a tristeza e a saudade que em cada cinco minutos me vem lembranças dele. Nós fazíamos aniversário no mesmo dia, mas ele era um ano mais novo, e sinceramente, não tenho mais vontade de comemorar essa data que era tão especial pra mim, que desde os meus três anos venho comemorando ao lado dele.

  Então caros leitores, aqui lhes vai um conselho, fuja para o lugar mais longe, corra, não se deixe levar pelo amor, você sempre irá cometer erros que nem sempre serão prejudiciais apenas pra vocês, mas para aqueles que realmente se importam. Porque o que Felipe fez pode até ter sido um ato de alivio para sua dor, mas também foi um ato de dor, solidão e perda para aqueles que realmente o amavam.

  P.S. Desculpem minha demora para lhes escrever, mas eu realmente estou muito mal.
  P.S.2. Perdão pelo assunto pesado, espero que lhes sirva de aprendizado.

                                                                                                                                                  xoxo



Nenhum comentário:

Postar um comentário